IPÊ-AMARELO 2.jpg

Ipê da Várzea

Handroanthus umbellatus 

Família: Begnoniaceae

Nativa do Brasil

Botânica:  Existem várias espécies de Ipê no Brasil, sendo que este, conhecido popularmente como Ipê do brejo ou da Várzea, como diz o próprio nome, é comum em áreas brejosas e alagadas.

Em geral, os ipês são muito plantados com interesses paisagísticos pela beleza ímpar de sua floração, que ocorre geralmente entre os meses de agosto e setembro, período em que a planta fica totalmente desprovida de folhas, estando apenas presente suas flores exuberantes.

 

Espécie de porte médio que pode chegar a 18 metros de altura. Seu tronco é fissurado com casca grossa, com folhas opostas, que contam com cinco folíolos e esbranquiçadas na face inferior. As flores são amarelas e bastante atrativas, e apresentam-se em cachos. Já o fruto é do tipo cápsula, cilíndricos e muito longos (repletos de sementes aladas). Por se adaptarem bem a terrenos brejosos e possuírem uma germinação fácil, é prática e indispensável na recuperação de áreas ciliares degradadas, sobretudo para manter os polinizadores e a avifauna.

Conhecidos por sua beleza e pela resistência e durabilidade de sua madeira, são utilizados a séculos em construções civis e navais. Também e muito utilizado no paisagismo, devido a beleza de suas flores.