Allophylus edulis.jpg

Chal Chal

Allophylus edulis

Família: Sapindaceae

Nativa do Brasil

Botânica: Popularmente conhecida como Chal-chal ou fruto de pombo devido ao seu fruto ser muito atrativo para as aves. A polpa da fruta pode ser consumida in natura ou para fazer sucos e licores.

A madeira de sua árvore pode ser usada para lenha e confecção de cabos de ferramentas. É uma espécies arbóreas nativas mais indicadas para arborização e paisagismo por não alcançar grande porte e pela beleza impar de suas folhas trifolioladas, suas pequenas flores aromáticas e os frutos vermelhos em cachos que se destacam em meio ao verde da copa.

Medicinalmente utilizada por suas propriedades antiinflamatórias, antioxidantes e antissépticas.

 

Espécie de arbusto, que mede de 6 e 10 metros de altura. Possui um tronco ereto, descamante em placas, com  casca fina de coloração pardo-escura e ramos acinzentados com lenticelas. A copa é fechada em formato piramidal, com folhas compostas, trifoliadas, folíolos oblongos-lanceolados, glabros ou pubescentes próximos às nervuras principais, margem serreada, ápice acuminado, o pecíolo apresenta um canal bem definido. Apresentam também inflorescência composta, com ramos centrais mais longos, terminais ou na axila das folhas do ápice dos ramos vegetativos, e flores branco-esverdeadas, unissexuais e hermafroditas, que fornecem néctar para as abelhas.

A medicina popular costuma utilizar a infusão das desta planta folhas contra problemas hepáticos e intestinais, e até para limpeza de ferimentos. Além disso, é um arbusto de uso ornamental e paisagístico, sua madeira tem valor econômico secundário, sendo utilizada para lenha e também para confecção de cabos de ferramentas.

chal-chal 1.jpg