Canela Preta

Nectandra megapotamica

Família: Lauraceae

Nativa do Brasil

Botânica: Canela preta ou canela merda, como é popularmente conhecida devido ao odor desagradável que exala quando utilizada sua madeira para fins moveleiros, que apesar de sua durabilidade e qualidade, não é tão utilizada pelo odor.

Esta espécie é uma das mais frequentes e características das florestas da Encosta Meridional da Serra Geral do Rio Grande do Sul. O tronco apresenta escamas que se desprendem e deixam as cicatrizes características da espécie. As folhas quando amassadas exalam odor apimentado.

Espécie de arvore perenifólia ou semidecídua em algumas regiões, heliófita, capaz de se adaptar a diferentes tipos de solo. É revestido por casca pardo-acinzentada e escamosa, liberando placas irregulares e finas. Suas folhas alternas espiraladas, simples, elíptico-lanceoladas, lanceoladas a oblanceoladas. Possui inflorescências em panículas axilares pequenas e frutos do tipo bagas elipsoides pretas e brilhantes, que amadurecem nos meses de novembro a janeiro provocar reações alérgicas em pessoas sensíveis.

CANELA-PRETA 1.jpg