Aroeira Vermelha

Schinus terebinthifolius

Família: Anacardiaceae

Nativa do Brasil

Botânica: Aroeira vermelha é parente próxima da Aroeira brava, que causa alergia a pessoas com sensibilidade a fenóis, mas apesar no nome similar e do grau de parentesco, essa espécie não apresenta essas características.

Seu fruto vermelho é popularmente conhecido como pimenta rosa, muito utilizado na culinária por seu sabor levemente picante, com um toque mentolado. Dá um sabor especial a saladas cruas.

Utilizada na medicina popular pela sua ação anti-microbianas, antioxidantes, anti-inflamatórias, cicatrizantes, no tratamento de doenças venéreas, reumatismo, diarreias, gengivite e febre.

Essa árvore é considerada como pioneira e apresenta ampla dispersão, sem muitas exigências se adapta bem em qualquer ambiente, característica que retrata sua importância ecológica, sendo muito útil na recuperação de áreas degradadas.

 

Árvore rasteira de porte médio, com até 10m de altura, dioica, perenifólia. Possui tronco revestido por uma casca grossa, fissurada longitudinalmente. As folhas são compostas, imparipenadas, glabras ou peludas, bastante aromáticas. Inflorescência paniculadas axilares e terminais, com pequenas flores de coloração embranquiçadas. Flores pequenas, pentâmeras, unissexuais de pétalas brancas. Os frutos são drupas globosas, esférico, de cor vermelho brilhante, aromático e adocicado.

AROEIRA-VERMELHA 2.jpg